Buscar
  • Julia Scheibel

“Alma de Menina”





*****

Sons do ontem, olhar fixo ao longe…

E o coração batendo descompassado…

Lembranças de outros verões…

E tantas primáveras…

Lembranças tão latentes…

Daquela menina doce e timida…

Tantos sonhos…

Tantas horas silênciosas…

Tantos livros…

E sempre a musica suave…

Na aparência igual a tanta gente…

Mas uma menina diferente…

Nada de muito burburinho…

Estudar era o caminho…

Escrever era fundamental…

Aqueles pensamentos à tantos, tão imcompreensíveis…

“Menina diferente”

Sorria quando chamada de intelectual…

No fundo sabia ser apenas um ser normal…

Menina cresceu, tornou-se mulher…

Sorriu, sofreu e chorou tantas vezes…

Mas carregou em sí…

Aquele ser imutavél…

Que vive como sempre…

Ouvindo os sinais d’alma…

Que a leva em frente…

Chamada quase sempre…

De ser alguém diferente…

Mulher que o tempo muda a aparência…

Mas que mostra em evidência…

Que a docilidade pode sobreviver ao tempo…

Mesmo havendo dores…

Não precisa guardar rancores…

Ressentimentos não conhece…

Porque mesmo crescida…

E acrescida de vida…

Vive naquela menina…

Jamais adormecida!

(autor desconhecido – guardada desde 2003)

0 visualização

©2019 por Júlia Scheibel. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now