Buscar
  • Julia Scheibel

A ti, Barro


Acaso que por ora, tardo.

De tentar acompanhar.

Deixo o corpo solto

Moldo-me ao vento

Sentimento

Envolto de tempo

Que torna-me, ser

Que cobre-me de você.

Entre todos e ninguém

Entre tudo e nada

Deixo àquele que me toca,

Que molde-me

Como o barro

E não me barro,

Àquele que me transforma

Oferto e mantenho minha natureza

Essência, cheiro

A ti, Barro

0 visualização

©2019 por Júlia Scheibel. Orgulhosamente criado com Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now